Meu perfil
BRASIL, Sul, FOZ DO IGUACU, PARQUE RESIDENCIAL TRES BANDEIRAS, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Informática e Internet, Livros, esportes
Outro - afonsoecris@ibest.com.br

Histórico
01/10/2006 a 31/10/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Recanto das letras
Professor
MUNDO CATOLICO
FOTOS LEGAIS
POETA DE DEUS
SITE Massa Jovem
Santo Casamenteiro
ORAÇÕES E MENSAGENS DE AMOR
FAMILIA DO AFONSO







ORAÇÃO DO DEFICIENTE
 
 
Pedi a Deus a força para atingir o sucesso; ele me fez fraco para aprender humildemente a obedecer.
Pedi saúde para realizar grandes coisas,ele me deu a enfermidade para realizar coisas melhores.
Pedi a riqueza para poder ser feliz;ele me deu a pobreza para poder ser sábio.
Pedi o poder para ser apreciado pelos homens, Ele me deu a fraqueza para que pudesse sentir necessidade de Deus.
Pedi coisas para que pudesse alegrar minha vida, recebi a vida para poder alegrar todas as coisas.
Nada obtive daquilo que pedi, mas recebi tudo o que esperava.
Apesar de mim mesmo, minhas preces foram escutadas.
Entre os homens sinto-me o mais cumulado de benefícios.


 Escrito por AFONSO SILVA às 10h46
[] [envie esta mensagem]



 

 

  CONCRETISMO

 

ESCREVER COM AS MÃOS
PENSAR COM A CABEÇA
ANDAR COM AS PERNAS
VER COM OS OLHOS
OUVIR COM OS OUVIDOS
FALAR COM A BOCA
AMAR COM O CORAÇÃO
OU SERÁ COM A MENTE?...

 



 Escrito por AFONSO SILVA às 11h20
[] [envie esta mensagem]



 

Palavras ao relento


Neste negrume da noite vadia
Com versos presos na garganta;
Meu espírito retorna no tempo
Como uma avalanche de ecos
Que contradizem com meu íntimo.
                                                     A rima se prende no madeiro
                                                     Da cruz enraizada na pedra
                                                     E as palavras flutuam no espaço
                                                     Mergulhando em grossas nuvens de pó.
Mesmo distante da luz
A memória se dilata no espaço
Sem vontade de falar ou poetizar.
                                                     Os raios do universo brotam se rebento
                                                     E a mente que se perde na distância
                                                     Onde a vida inexiste dentro do ser
                                                     Em que a retina é a luz do cotidiano.
A vontade se arrefece nos prantos da solidão
Que maldizem gritos de dor;
Onde o amor já não acontece
E as palavras ficam presas ao relento.


 



 Escrito por AFONSO SILVA às 11h17
[] [envie esta mensagem]




                       CRISTO SOFRE


Cristo sofre a cada momento:
Quando numa família, ninguém se entende,
Quando um bêbado morre ao relento,
Quando um pai expulsa sua filha de casa!


                             Cristo sofre a cada segundo, vendo o mundo sem rumo!


Sofre com a violência,
Sofre com a falta de paz,
Sofre com a destruição do homem!


                             Cristo sofre a cada instante:
                             Quando uma mãe mata um filho,
                             Quando um homem abandona uma família,
                             Quando filhos renegam o lar!


Cristo sofre a cada minuto vendo o homem rastejar!


                             Sofre com a bomba,
                             Sofre com a fome,
                             Sofre com a ganância do poder!


Cristo sofre todos os dias
Vendo os jovens nas drogas,
Vendo o homem se prostituindo,
Vendo crianças morrendo!


                             Cristo sofre vendo o homem sem amor, sem fé !...



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h20
[] [envie esta mensagem]



CHARADA  NOMINAL

AMOR:                           AMIZADE
FEITO                            FELICIDADE
ONDE                             OFERTANDO
NASCE                            NOVOS
SENTIMENTOS               SENTIDOS
OBSCUROS                     ORNAMENTAIS
SENDO                            SENTIDOS
IMAGINÁVEIS                 INTERLIGANDO
LUTAS                              LIVRES
VIVIDAS                          VOCAÇÕES
ANTES                              AFETUOSAS


 



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h19
[] [envie esta mensagem]



UMA  PASSAGEM

Na imensidão do mundo,
Na loucura da vida;
No desatino do universo
Um caminho, uma rota, um destino.
                             No alto da montanha,
                             Na limpidez da água;
                             Na beleza da vida
                             O esplendor da natureza é o infinito.
Na incredulidade do homem,
Nos seus erros contínuos;
Na sua própria destruição
Uma passagem.
                             No seu cotidiano,
                             Na sua geração;
                             Na sua inconstância.
Nas suas obras,
Nas suas andanças;
Nas suas aventuras.
                             Uma passagem
                             Que termina na sua morte;
                             Que preserva no eterno.



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h18
[] [envie esta mensagem]



 

 INSÔNIA


                Noite escura, sombria.

Lá fora apavorante,
O uivar dos cães
Na calada da madrugada.


                  O vento gemia por entre as árvores.


No ar,
O cheiro de enxofre
Espalhava-se pela rua afora.

                                No pensamento,
                                O medo de cada ruído que ouvia.

Atento em sua cama,
Não podia dormir;
Os pesadelos logo vinham.

                                Na esquina passara um bicho,
                                Preto, feio e peludo.

Oh! Triste noite de insônia.   



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h15
[] [envie esta mensagem]



CONCEITO


Com as mãos eu escrevo
Versos de poesia,
Com a cabeça eu penso
No amor e na alegria.
                           Com as pernas eu ando
                           Vou  em busca do meu ser,
                           O meu corpo eu descanso
                           Na praia vendo o amanhecer.
Com os dedos eu aponto
Lá pro cruzeiro do sul,
Com os olhos eu vejo os homens
Viverem no mundo a sofrer.
                          Com o ouvido eu ouço
                          As aflições da vida,
                          Com a boca eu falo
                          Pra esquecer que se tem que comer!...
 



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h12
[] [envie esta mensagem]



EXISTÊNCIA

Não tire uma vida,
Porque a vida pertence a natureza
E a natureza é de Deus!

Não mate o homem,
Porque o homem pertence a vida
E a vida é de Deus!

Não destrua a natureza,
Porque a natureza pertence ao mundo
E o mundo é de Deus!

Não roube o mundo,
Porque o mundo pertence ao homem
E o homem é de Deus!

Não esqueça de Deus,
Porque Deus pertence a tudo
E tudo é de Deus!

 



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h10
[] [envie esta mensagem]



     
                       SAUDADE

Há uma saudade
Nos belos momentos da vida.
              Saudade de um amor que está distante,
               Amor cheio de ilusão.
É o destino,
Viver de saudade.
                Saudade de um dia que já passou,
                Saudade de um tempo que não volta mais.
Viver  de lembranças,
Lembranças do tempo de criança.
                 Saudade que ensina a viver,
                  Viver para amar alguém.
Esquecer o passado,
E viver um novo presente.
                    Esquecer as saudades,
                    E deixá-las na recordação.

          



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h08
[] [envie esta mensagem]



MAIOR AFETO

Ao longe, muito longe
Na cidade grande; muitos sonhos,
Reflexão, solidão, muita saudade...
Nesta indomável visão celestial,
Alimentando a esperança da fé,
Esquecendo o ego absoluto
Do ar ao respirar fundo
Que fica inesquecível cidade: Palhoça
Que a indaga pelo seu nome;
Resta a saudade do teu cotidiano.
Ao partir sem esquecer
Alguns momentos de pureza,
Lá, no mesmo lugar vai se ouvir:
Graças etéreo, eterno sem cosmos;
Ocaso da vida...
Ao longe distante prossegue
As mágoas do pequenino mundo
Desta correnteza que irá levar...

No peito o pranto esquecido,
A vida já passada,
O livro escrito no além...
Não há mistérios, nem segredos
No mundo que tudo esquece
Antes que a vida passe
Para se reencontrar.
Voltar, viver a ilusão!
Carnaval, fantasia da existência,
Mundo aberto, incompreensível feto.
Solidão muita saudade...
Saudade que já foi ou será!
Vidinha, mundinho, lugarzinho;
Maior afeto.



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h06
[] [envie esta mensagem]



   
              A MAIOR RIQUEZA
Muitas vezes jogamos tudo fora,
por não querer parar para pensar e refletir.
Muitas vezes não damos valor aquilo que temos
e que é o mais puro e raro dos tesouros.
Muitas vezes não percebemos que somos felizes
e que temos tudo e quase nada nos falta.
Muitas vezes saímos em busca de coisas erradas
achando que sejam necessárias a nossa vida.
Muitas vezes procuramos nossos ideais porque
imaginamos que temos que mudar o mundo.
Muitas vezes caímos na lama
para fugir da realidade do nosso cotidiano.
Muitas vezes matamos por ignorância
e sem descobrir o porque, caímos na fossa.
Muitas vezes fugimos para bem longe
e quando bate a saudade, surge a realidade.
Muitas vezes fingimos ser pobres
e na realidade a riqueza no rodeia.
Muitas vezes não enxergamos
Que a maior riqueza da vida:  É a MÃE.



 Escrito por AFONSO SILVA às 10h05
[] [envie esta mensagem]



  BIOGRAFIA
 
AFONSO SILVA,nasceu em Brusque em 14 de abril de 1963. Trabalhou com jovens desde 1978 em grupos de jovens
Professor , pedagogo formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, desde o segundo semestre de 1988, tendo como curso de especialização a Orientação Educacional.
Atuou como palestrante no Secretariado de Pastoral da Juventude desde 1984 e depois na Renovação Carismática Católica. Escrevia poesias  desde a infância. Participou de vários concursos, dentre eles tirou o primeiro lugar recebendo o Prêmio Manoel dos Santos Lostada, em 31 de julho de 1989 em comemoração dos 196 anos de aniversário do Município de Palhoça.
Trabalhou e viveu durante nove anos com jovens drogados, alcoólatras, prostituídos, portadores de HIV e homosexuais na Comunidade Bethânia, ajudando em sua libertação, cura e preparação para uma vida nova.
Atualmente vive em Foz do Iguaçu, com sua esposa e filhos.
                          



 Escrito por AFONSO SILVA às 09h59
[] [envie esta mensagem]



 

MASSA  JOVEM

PROFESSOR E ESCRITOR AFONSO SILVA

                                                                                                                   

               DEDICATÓRIA

      Dedico o presente trabalho a minha mãe que fez da mais dura realidade momentos de grande prazer.
       Dedico também a minha esposa e filhos que são cúmplices nesta minha jornada
                                                   

 

         

   APRESENTAÇÃO

        Este é um livro sincero, profundo e simples, como é a alma do Afonso.
          Escrito mais com as tintas do coração do que do cérebro.
          Um livro precioso, bem inspirado,que merece ser acolhido com simpatia e apreço por todos aqueles que ainda acreditam que o amor é mais forte que o ódio, que o idealismo sobrevive num mundo de violências e contradições e que a esperança continua forte e viva, iluminando os horizontes do hoje, do amanhã.
            Parabéns, Afonso. Você é um portador de Paz, de Alegria e de Esperança neste século tumultuado, sedento de Deus, de valores espirituais.
            Seu livro fará muito bem a muita gente. Meu abraço amigo.
                              Pe. Roque Schneider

PROIBIDO REPRODUZIR, COPIAR E PLAGIAR - PROTEGIDO PELA LEI

    




 Escrito por AFONSO SILVA às 10h23
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]